Não Fale Com Estranhos – Leia a Crítica

Confesso que não li o livro “The Stranger” do renomado escritor Harlan Coben bastante conhecido em países europeus e também nos Estados Unidos, mas achei a adaptação feita em formato de série pela Netflix muito boa.

Na trama, Adam Price (Richard Armitage) é um advogado com uma vida invejável, casado com Corine (Dervla Kirwan) uma mulher bem sucedida e uma popular professora. A vida aparentemente perfeita de Adam muda completamente quando uma estranha, vivida pela atriz Hannah John-Kamen o procura para revelar um segredo perturbador da sua esposa.

O roteiro da série é impecável nos contando diversas histórias secundárias extremamente empolgantes em torno de uma principal mais curiosa ainda. E é exatamente isso o grande atrativo de “Não Fale Com Estranhos”. A narrativa é crescente a cada minuto e traz reviravoltas bastante satisfatórias fazendo com que o espectador não consiga parar de ver quando um episódio termina.

Essa é uma daquelas séries que você pula do sofá a medida que as peças desse quebra-cabeça proposto no início vão se encaixando. E aqui temos uma produção que não enrola o público. As revelações vão acontecendo em cada episódio com um fechamento completo no fim da temporada. Todas as perguntas são respondidas na conclusão da trama.

Com isso, nada se torna cansativo. Pelo contrário, tudo fica muito viciante a ponto de uma maratona dos oito episódios ser algo fácil de fazer e com uma experiência muito prazerosa. Até mesmo a história envolvendo os adolescentes é extremamente interessante. Pena que, apenas nesse caso, a conclusão não me agradou muito.

A série é uma mistura de drama com suspense, envolvendo segredos e revelações com consequências terríveis. E tudo diante de fatos que são comuns, são reais e ao mesmo tempo assustadores.

Soma-se a isso as atuações incríveis de todo o elenco, sem excessões. Uma bela fotografia com uma trilha sonora envolvente que ajuda a gente a perder o fôlego em determinados momentos.

Não deixe de assistir “Não Fale Com Estranhos” pois pra mim é sem dúvida uma das melhores séries que já vi. E mesmo com todos os segredos revelados no fim, um novo segredo surge: o maior de todos. Quem sabe esse é um bom motivo para uma segunda temporada? Torcendo muito pra isso!

Nota 9